quarta-feira, 7 de setembro de 2016

7 de setembro em Aracoiaba

Neste dia 7 de setembro Aracoiaba mais uma vez se superou no maciço de Baturité, com bandas de músicas trazidas de outras cidades como a banda de Capistrano, Pacoti e Redenção. Vindas a convite da escola profissional ( EEEP) Doutor SALOMÃO ALVES DE MOURA BRASIL, as banda desfilavam separadas após cada pelotão da escola, um verdadeiro espetáculo, também se apresentaram logo pela manhã as escolas do município e em seguida a escola estadual Almir Pinto e a escola particular do professor senhor Isaías.

 Veja fotos:
foto do alunos da escola estadual Senador Almir Santos Pinto, de Aracoiaba.








fotos da escola ( EEEP) Doutor Salomão Alves de Moura Brasil.



fotos da banda de Pacoti com direito a fumaças coloridas que trazia cheiro aos que assistia o espetáculo. 

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

"Quando a gente vem pra cá, deixa o coração em casa!" ou: "As raposas têm tocas e as aves têm ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça" (Lc 9,58).



Manhã de quinta feira, 01 de setembro de 2016. O dia mal começou e a notícia já se espalha na cidade de Aracoiaba: polícia, tratores, caminhões de mudança. Uma ação de reintegração de posse na comunidade Alto da Paz traz um espetáculo grotesco que causa revolta, medo e lágrimas nas famílias pobres que recebem ordem de retirar seus pertences e sair imediatamente das pequenas casas da taipa.
Cheguei ao local perto das 8 horas da manhã. Na entrada da comunidade alguém me apresentou ao Promotor de Justiça. Perguntei se estava tudo em paz e tive que escutar o mesmo discurso preconceituoso que torna culpados os pobres sem-teto e justifica a ação violenta do poder civil. Colhi algumas informações com as pessoas ali presentes e segui para entrar no terreno ocupado. Mais adiante o oficial de justiça com outra equipe de policiais guardava o acesso e controlava a entrada das pessoas. Identifiquei-me como padre e perguntei se eu podia entrar para falar com os moradores. Responderam-me que eu não podia fazer nenhum tipo de baderna. Um dos policiais interrogou-me sobre o motivo da minha entrada. Respondi que queria acompanhar os moradores. Disse ele em tom agressivo e cheio de arrogância: "Devia ter acompanhado antes.... a Igreja tem que tá é de joelhos, rezando..." Tive vontade de responder que não era ele quem determinava o que a Igreja devia fazer. Mas calei-me ou poderia ser impedido de entrar. O policial continuou no mesmo tom agressivo: "Não é pra fazer nenhuma reunião. Se tiver cinco pessoas reunidas eu vou pedir pro senhor sair. O senhor tem cinco minutos pra ir lá. E sem fazer nenhuma baderna..." E ameaçou: "Quando a gente vem pra cá, deixa o coração em casa..."
Senti-me na época da ditadura militar. Mas o que esperar de uma tropa de choque armada até os dentes, acostumada a pisar no pescoço de manifestantes e a impor-se pela brutalidade? Aqui cabem as palavras de Jesus ao ser crucificado: "Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem (Lc 23,34). A tropa de choque é apenas a manifestação militar da perversidade do poder civil que pesa sempre sobre os mais fracos.
Entrei e é claro que não obedeci às ordens absurdas da polícia. Lá dentro o desânimo, a revolta, o choro de quem é expulso de casa. Senhoras, jovens, idosos e crianças tentam salvar o que podem. As máquinas começam a demolir as casas sob o olhar desolado dos moradores. Um senhor tenta se aproximar da máquina que destrói sua casa no intuito pedir pra retirar um último objeto, um carrinho de mão que ficou pra trás. O policial da tropa de choque responde aos gritos:"Sai daí, porra... sai daí caralho..." É assim o tratamento dado ao pobre. Uma família inteira olha para o vazio, desolada, atordoada diante do local onde minutos antes estava o lar que a abrigava. Na saída uma senhora se dirige a mim dizendo: "não tem ninguém por nós, padre... só Deus tá com a gente. Antes de sair lembrei da profecia de Miquéias que vamos refletir nos Círculos Bíblicos da paróquia durante este mês. Diz o profeta: "Ai daqueles que antes de se levantarem de manhã já fazem planos para explorar e maltratar os outros! E logo que se levantam fazem o que querem, pois são poderosos! Quando querem terrenos ou casas, eles tomam" (Mq 2,1-2). Lembrei também de uma paroquiana que me disse: "Já comecei a ler o livro de Miquéias, padre. Tem tudo a ver com a nossa realidade".
Texto: Pe. Evando Alves de Andrade
Fonte: Paróquia de Aracoiaba

terça-feira, 3 de maio de 2016

Mesmo com 'instabilidade política', Olimpíada terá 'sucesso', diz Dilma

Presidente acendeu a tocha olímpica em cerimônia no Planalto nesta terça.
Alvo de processo de afastamento, ela pediu para Brasil não perder 'tolerância'.



A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (3), durante a cerimônia de acendimento da tocha olímpica no Palácio do Planalto, que, mesmo com o atual cenário de "instabilidade política" no país, a Olimpíada do Rio será um “sucesso”. Alvo de um processo de impeachment no Congresso Nacional, a presidente deu a largada para a "maratona" de revezamento da tocha olímpica pelo país ao acender a tocha que marca a chegada dos jogos olímpicos ao Brasil.
Sem citar diretamente o processo de afastamento que enfrenta no parlamento, Dilma citou em seu discurso o momento “muito difícil” que o país enfrenta em razão da crise política e econômica e pediu que a sociedade se “esforce” para o Brasil não perder o “espírito de tolerância” e o respeito às opiniões divergentes.
“Sabemos as dificuldades políticas que existem em nosso país hoje. Conhecemos a instabilidade política. O Brasil será capaz de, mesmo convivendo com um período difícil, muito difícil, verdadeiramente crítico da nossa história, e da história da democracia, o nosso país saberá conviver porque criamos todas as condições para isso, com a melhor recepção de todos os atletas e todos os visitantes estrangeiros”, ressaltou a presidente durante a solenidade.
“Somos um país cujo povo sabe lutar pelos direitos e proteger a democracia. [O Brasil] é um país onde as Olimpíadas terão o maior sucesso nos próximos meses. [...] O que vale é a luta, e nós sabemos lutar”, acrescentou a petista.
Fonte:http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/05/mesmo-com-instabilidade-politica-olimpiada-tera-sucesso-diz-dilma.html

Criador do WhatsApp: Não vamos por a segurança de 1 bilhão em risco

Jan Koum falou que decisão pune 'milhões de brasileiros inocentes'.
Ele sugeriu que atender pedido judicial compromete segurança de usuários.


Jan Koum, um dos criadores do WhatsApp, afirmou nesta terça-feira (3) que “mais uma vez milhões de brasileiros inocentes são punidos por causa de um tribunal que quer o WhatsApp ceda informações que nós repetidamente já dissemos que não temos”. Ele comenta a decisão da Justiça de Sergipe que ordenou às grandes operadoras de celular que bloqueassem o acesso ao aplicativo de mensagens por 72 horas a partir das 14h desta segunda.
Koum afirmou ainda que a equipe da empresa está trabalhando para reativar o serviço no país. Ele afirmou que o app de bate-papo já não guarda o histórico de mensagem de seus usuários e recentemente ganhou um recurso de criptografia ponta-a-ponta, que fortalece a privacidade do serviço.
O executivo sugeriu que atender aos pedidos da Justiça brasileira colocaria em risco a segurança não só dos usuários brasileiros mas de todas as pessoas adeptas ao serviço no mundo todo. Ontem, o WhatsApp informou que mais de 100 milhões de brasileiros mandam e enviam mensagens pelo app. Isso equivale a cerca de 10% do 1 bilhão de usuários que a ferramenta de comunicação de propriedade doFacebook possui no mundo todo.
Veja abaixo a publicação de Jan Koum:
“Mais uma vez milhões de brasileiros inocentes são punidos por causa de um tribunal quer que o WhatsApp ceda informações que nós repetidamente já dissemos que não temos. Nós não só criptografamos as mensagens de ponta-a-ponta no WhatsApp para manter as informações das pessoas seguras e a salvo, como nós também não mantemos o histórico do chat nos nossos servidores. Quando você envia uma mensagem criptografada de ponta-a-ponta, ninguém mais pode lê-la –nem mesmo nós. Enquanto nós estamos trabalhando para fazer o WhatsApp voltar a funcionar o mais rápido possível, nós não temos a intenção de comprometer a segurança de bilhões de usuários em todo o mundo”
Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2016/05/criador-do-whatsapp-nao-vamos-por-seguranca-de-1-bilhao-em-risco.html

Desembargador nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio de 72h

Justiça entendeu que a empresa 'preferiu a inércia' diante do 'problema antigo'.
Fica mantido o bloqueio para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel.



Do G1 SE
O desembargador Cezário Siqueira Neto negou recurso apresentado pelo WhatsApp e manteve o bloqueio do aplicativo de mensagem instantânea para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel pelo período de 72 horas, iniciado às 14h da segunda-feira (2).
A decisão do recurso foi publicada às 0h30 desta terça-feira (3) durante o Plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) e confirmada pela assessoria de comunicação do órgão nesta manhã.
O desembargador plantonista negou o pedido de liminar (decisão provisória) da empresa porque entendeu que existem possibilidades técnicas para que o aplicativo atenda à ordem judicial de quebra de sigilo de mensagens do WhatsApp, cujo descumprimento resultou no bloqueio. (leia o argumento na íntegra ao final da reportagem)
“Há de ressaltar que o aplicativo, mesmo diante de um problema de tal magnitude, que já se arrasta desde o ano de 2015, e que podia impactar sobre milhões de usuários como ele mesmo afirma, nunca se sensibilizou em enviar especialistas para discutir com o magistrado e com as autoridades policiais interessadas sobre a viabilidade ou não da execução da medida. Preferiu a inércia, quiçá para causar o caos, e, com isso, pressionar o Judiciário a concordar com a sua vontade em não se submeter à legislação brasileira”, argumentou Cezário Siqueira Neto.
O bloqueio do aplicativo foi pedido porque oFacebook, dono do WhatsApp, não cumpriu uma decisão judicial anterior de compartilhar informações que subsidiariam uma investigação criminal sobre tráfico de drogas no município de Lagarto, a 75 km de Aracaju.
A recusa já havia resultado na prisão do presidente do Facebook para América Latina em março deste ano, também determinada pelo juiz Marcel Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, responsável pela decisão que bloqueou o aplicativo.
O magistrado atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público. A multa para as empresas em caso de descumprimento do bloqueio é de R$ 500 mil por dia.
Aplicativo diz não ter dados
Em comunicado, o WhatsApp lamentou a decisão e disse não ter a informação exigida pelo juiz(veja íntegra da nota ao final da reportagem)
Nesta terça, Jan Koum, um dos criadores do WhatsApp, afirmou que o app não guarda histórico de mensagem de seus usuários e sugeriu que atender aos pedidos da Justiça brasileira colocaria em risco a segurança não só dos usuários brasileiros, mas de todos os usuários no mundo.
Após a repercussão da decisão, o site do TJSE apresentou instabilidade na tarde de segunda. O problema continua nas primeiras horas da manhã desta terça-feira.
Anonymous Brasil informou, através da página do grupo no Facebook, que bloqueou o site do TJSE em protesto pela decisão de bloquear o aplicativo. A assessoria de comunicação do TJSE não confirmou que o site foi hackeado. Depois que o órgão percebeu a possibilidade de um ataque, decidiu bloquear a internet para proteger a rede de dados.
Fonte: http://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2016/05/desembargador-nega-recurso-do-whatsapp-e-mantem-bloqueio-de-72h.html

Fabiana abre revezamento da tocha, e Vanderlei repete aviãozinho de Atenas

Bicampeã olímpica é a primeira a conduzir a chama olímpica em solo brasileiro, e medalhista de bronze da maratona volta a fazer gesto da comemoração de 2004


Foi dada a largada para o revezamento da tocha olímpica. Após uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff passou a chama símbolo das Olimpíadas para a jogadora de vôlei Fabiana perto das 10h desta terça-feira. A capitã da seleção bicampeã olímpica teve a honra de ser a primeira condutora da flama em solo brasileiro.
- Até agora estou sem palavras. É um momento histórico. Fico muito feliz de estar representando todos os atletas e o povo brasileiro nesse momento tão especial. Desde pequenininha, quando você começa a ser atleta, o sonho é chegar às Olimpíadas. Você vai jogar no seu país, e ser o primeiro atleta a conduzir a tocha, não tem emoção maior para descrever esse momento. A gente está se preparando para fazer o melhor e buscar mais um momento histórico, que é conseguir o tri - disse a bicampeã olímpica.
Fonte:http://globoesporte.globo.com/olimpiadas/tocha/noticia/2016/05/fabiana-abre-revezamento-da-tocha-dos-jogos-do-rio-de-janeiro.html

Comissão do impeachment começa a ouvir convidados de governistas

Comissão do impeachment começa a ouvir convidados de governistas.


A comissão especial do impaechment do Senado começou a ouvir, por volta das 10h30 desta terça-feira (3), três especialistas convidados por senadores da base governista.
Estão listados para depor os professores de Direito Geraldo Luiz Mascarenhas Prado e Ricardo Lodi Ribeiro, e o ex-presidente da OAB Marcello Lavenère. Ao todo, os convidados terão duas horas para fazer a exposição inicial, depois os senadores farão perguntas aos especialistas.
Caberá à comissão votar um parecer a ser apresentado pelo relator do caso, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), na próxima quarta-feira (4), que poderá ser pela continuidade ou pelo arquivamento do processo no Senado. A votação do parecer pela comissão está prevista para sexta-feira (6). Independentemente do resultado, o relatório segue para o plenário.
Se for aprovada a continuação do processo, pela maioria simples dos senadores (41), Dilma Rousseff será afastada do mandato por 180 dias e o vice, Michel Temer, assumirá a Presidência.
Geraldo Luiz Mascarenhas Prado é professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O outro convidado Ricardo Lodi Ribeiro é professor de Direito da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).
Já Marcello Lavenère é ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).  Lavenère foi um dos signatários do pedido de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em 1992.
AGU
Antes do início da audiência com os convidados, o presidente da comissão, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), leu um ofício do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, no qual o ministro esclarece que o órgão credenciou, para acompanhamento das sessões, três servidores, mas que eles não estão prestando assessoria a senadores governistas.
Na sessão desta segunda (2), o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) apresentou uma questão de ordem solicitando que Lira apurasse se servidores da AGU estariam assessorando senadores do PT durante os trabalhos do colegiado. Se fosse comprovado o assessoramento, Caiado queria a retirada dos servidores da comissão.
Ainda na sessão de segunda, o próprio presidente da comissão rejeitou a questão de ordem de Caiado e manteve os servidores da AGU dentro do plenário da comissão.
Durante o depoimento de convidados da oposição, Caiado também se envolveu em uma discussão com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Segundo Caiado, o governo estava “queimando arquivos” dos ministérios para prejudicar um eventual governo do vice Michel Temer.
Lindbergh chamou Caiado de “mentiroso” e os dois parlamentares iniciaram um bate-boca. A sessão chegou a ser suspensa por dois minutos para que os ânimos fossem acalmados.
Nesta terça, Gleisi Hoffmann pediu a palavra para dizer que “repudia” as declarações “falsas” de Ronaldo Caiado.
Acusação
Nesta segunda (2), os senadores ouviram depoimentos do procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União Júlio Marcelo Oliveira, do professor José Maurício Conti, da Universidade de São Paulo, e o advogado Fábio Medina Osório.
Eles foram convidados por senadores da oposição e voltaram a afirmar que a presidente Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade ao praticar as chamadas "pedaladas fiscais", atrasos de repasses a bancos públicos para execução de despesas do governo, e ao editar os seis decretos de orçamento complementar sem autorização do Congresso Nacional.
Fonte:http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2016/05/comissao-do-impeachment-comeca-ouvir-convidados-de-governistas.html

Estudantes ocupam segunda escola do Ceará em menos de três dias

Alunos apoiam greve dos professores e reivindicam melhorias.
Cedeca monta ponto de coleta de alimentos, material de limpeza e higiene.



Mais uma escola da rede pública estadual de ensino foi ocupada pelos estudantes na manhã desta segunda-feira (2). A Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) João Mattos, no Bairro Montese, em Fortaleza, foi a segunda escola ocupada por estudantes em três dias. Na sexta-feira (29), um grupo de estudantes ocupou o Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (Caic) Maria Alves Carioca, no Bairro Bom Jardim.
De acordo com a direção da escola, os professores apoiam a ocupação e mobilizaram as cozinheiras para ajudar na alimentação. O ato dos estudantes é também de apoio à greve dos professores da Rede Estadual de Ensino, iniciada em 20 de abril.
Para ajudar na alimentação dos jovens, o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) montou um centro de coleta de doações de alimentos, material de limpeza e de higiene pessoal na sede da entidade, situada na Rua Deputado João Lopes, 83, Bairro Centro (atrás do Paço Municipal). As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira das 13 às 19 horas.
Fonte: http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/estudantes-ocupam-segunda-escola-do-ceara-em-menos-de-tres-dias.html

Homem é preso no Ceará suspeito de estuprar filha de 4 anos da namorada

Criança se queixou de dores e disse à mãe que não gostava do suspeito. 
Mãe da menina de 4 anos denunciou o namorado à polícia.



Um homem foi preso em flagrante no domingo (1º) suspeito de abusar sexualmente de uma criança de 4 anos, filha de sua namorada, no Bairro Serviluz, em Fortaleza. A Polícia Militar chegou até o homem de 40 anos após a mãe da menina denunciar o crime.
De acordo com a Secretaria da Justiça e Defesa Social (SSPDS), o abuso ocorreu quando a criança ficou sozinha na casa do suspeito, após sua mãe ter ido acompanhar um familiar que estava passando mal em casa.
A violência foi percebida quando a mulher foi dar banho na criança, que se queixou de dores nas partes íntimas. A criança disse à mãe que não gostava do homem. Ao perguntar o porquê, a mãe ouviu da garota os detalhes do crime e, então, acionou a polícia.
O suspeito foi capturado ainda no bairro e encaminhado à delegacia, onde foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. O suspeito negou as acusações.
A vítima foi encaminhada para a realização de exames que comprovaram o crime. O caso é investigado pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), responsável por apurar casos desta natureza.
Fonte:http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/homem-e-preso-no-ceara-suspeito-de-estuprar-filha-de-4-anos-da-namorada.html

'Nada fará voltar o tempo', diz noiva indenizada por apagão em casamento

Justiça determinou indenização de R$ 61 mil a cearense que perdeu festa. Queda de energia em 2011 afetou região Nordeste por cerca de duas horas.


Os meses de preparação para a festa de casamento e mais de R$ 20 mil investidos no evento viraram uma frustração para a comerciante cearense Rivane Maria Araújo, 44, e para o mecânico João Galdino, 47, que tiveram a cerimônia matrimonial, em Fortaleza, cancelada devido a umapagão elétrico em fevereiro de 2011. Na semana passada, uma decisão da Justiça determinou que as companhias Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) e a Energética do Ceará (Coelce)indenizem o casal em R$ 61 mil por danos morais e materiais. Cabe recurso da decisão. A Chesf não retornou para comentar a determinação judicial. A Colece afirmou que não notificada sobre o caso e não iria comentar o assunto.
A lista dos detalhes do casamento foi planejada tal qual nos sonhos: vestido com cauda, bolo com três andares, banda, buffet decorado. Mas na noite da festa, em 3 de fevereiro de 2011, um apagão de cerca de duas horas não só em Fortaleza - oito estados do Nordeste foram afetados - interrompeu a noite antes mesmo que ela pudesse dançar a valsa dos recém-casados.
 
"Não tem preço, nada vai fazer voltar o tempo, os convidados na festa", lamenta Rivane, mesmo após a vitória na Justiça. O casal se divorciou no ano passado.

Assim que terminou a cerimônia religiosa, com um pastor e juiz no próprio buffet, o local ficou no escuro, e logo a maioria dos convidados do casal começou a ir embora. 
"Muita gente se apavorou pra ir pra casa, recebeu ligações porque deixou criança em casa. Alguns convidados não tiveram coragem de se despedir, pensando em como eu estava. As pessoas ficaram muito tristes, sabiam que eu gosto de festa, e era a minha festa", relembra. "Eu senti que todo mundo olhava pra mim com pena", completa. 
 
À época, a Companhia Hidrelétrica São Francisco (Chesf) apontou falha em uma subestação de energia como causa do incidente. O G1 procurou a Chesf, que não retornou para comentar a determinação judicial. A Companhia Energética do Ceará (Colece), também citada na decisão como responsável pelo apagão, afirmou que não notificada sobre o caso e não iria comentar o assunto. 
 
Preparativos e frustração 
A noiva diz que não imaginava a possibilidade de uma queda de energia e não foi alertada pela cerimonialista ou pelo serviço de buffet, por isso não alugou um gerador. Trabalhando com aluguel de vestidos há mais de dez anos e com várias noivas entre suas clientes, ela conta que aprendeu uma lição: "desde essa época eu indico pra todas as noivas que aluguem gerador". 
 
"Não caiu a ficha na hora. Parecia que aquilo não estava acontecendo. Meu irmão e outras pessoas ligaram o farol dos carros, porque o espaço era aberto, e a gente conseguiu jantar. Quando voltou a energia, eu já estava em casa", lembra.
A noiva conta que adquiriu habilidade em lidar com noivas - "sempre muito nervosas, à flor da pele" - e que por isso conseguiu manter a serenidade na noite. "No outro dia, fiquei acabada, chorei o dia todo. Foi desesperador". Ela retornou ao local da festa no dia seguinte para pegar o bolo, que já havia sido desmontado, e teve outro momento de tristeza ao ver a nova decoração do espaço. "O buffet estava lindo, todo decorado de novo, mas não era minha festa. Não sou de guardar coisas ruins, mas não foi fácil".
 
Rivane conta que a "ressaca moral" foi tanta que adiou em uma semana a lua de mel, celebrada em Mundaú, no litoral cearense. 

Atualmente divorciada, Rivane conta que não descarta a possibilidade de casar novamente - mas com uma cerimônia em outro estilo. "Talvez uma festa na praia, de dia. Já quis muito glamour, muito brilho. Acho que não é o que quero mais".

Fonte:http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/nada-fara-voltar-o-tempo-diz-noiva-indenizada-por-apagao-em-casamento.html

Associação Brasileira de Educação a Distância implantará núcleo no Ceará

Iniciativa tem como objetivo discutir e desenvolver ações de EaD no Estado. Primeira reunião aconteceu na Unifor.

Primeiro encontro de criação do Núcleo Regional Ceará da ABED foi realizado no Teatro Celina Queiroz da Unifor (Foto: Ares Soares/Unifor)
A Universidade de Fortaleza sediou, no último dia 2 de maio, a reunião que definiu a composição do Núcleo Regional Ceará da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED). O encontro discutiu as providências referentes à consolidação do Núcleo, que tem como objetivo desenvolver e auxiliar as ações de Educação a Distância no Estado, visando o seu crescimento e reconhecimento enquanto modalidade de ensino eficaz.

“Existem muitas resistências quanto à modalidade de ensino não-presencial, embora muitas pesquisas divulguem que alunos, através de toda a sua organização interna, se saem muito bem em concursos e provas. Então, acredito que a vinda desse núcleo para o Ceará serve para fortalecer o aprendizado de forma promissora quebrando também paradigmas”, enfatizou a professora Lana Crivelaro, coordenadora do Núcleo de Educação a Distância da Unifor (NEAD).

O evento contou com a participação de associados da ABED no Ceará, diretores de Instituições de Ensino Superior que pertencem à ABED, bem como professores e funcionários interessados em Educação a Distância.
Lana Crivelaro, coordenadora do Núcleo de Educação a Distância da  Unifor (NEAD) (Foto: Ares Soares/Unifor)Lana Crivelaro, coordenadora do Núcleo de
Educação a Distância da Unifor (NEAD)
(Foto: Ares Soares/Unifor)
“A Universidade Federal do Ceará e a Universidade Federal do Pará foram as duas primeiras instituições credenciadas no país para trabalharem com essa forma de ensino inovadora, ou seja, nosso Estado é pioneiro, sempre acreditou e investiu no conhecimento científico ligado à tecnologia, e o melhor caminho para o fortalecermos é criando um núcleo que ofereça educação de qualidade”, destacou Mauro Pequeno, diretor regional da ABED, em sua fala ao público.

O próximo encontro da ABED Ceará acontecerá no dia 17 de junho. No evento será assinada efetivamente a constituição para criação do Núcleo e também será divulgada a listagem de instituições de ensino que integrarão a iniciativa.

Sobre a ABED
Criada em 21 de junho de 1995, a Associação Brasileira de Educação a Distância é uma sociedade científica sem fins lucrativos que tem como principal objetivo estimular a prática e o desenvolvimento de projetos em educação a distância, fomentando o espírito de abertura, de criatividade, inovação e experimentação na prática da aprendizagem.
Fonte:http://g1.globo.com/ceara/especial-publicitario/unifor/ensinando-e-aprendendo/noticia/2016/05/associacao-brasileira-de-educacao-distancia-implantara-nucleo-no-ceara.html

No CE, especialização oferece 100 vagas para diferentes áreas no IFCE

Inscrições para pós em “Orientação e Mobilidade” ocorrem até 13 de maio.
Seleção será constituída de análise curricular e de projeto.



O Instituto  Federal do Ceará (IFCE), por meio da Diretoria de  Educação  a  Distância  (DEaD),  torna  públicas  as  normas  gerais  para  a  seleção  para  o  Curso  de  Especialização em  Orientação e Mobilidade, pós-graduação Lato Sensu, na modalidade  semipresencial, em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos (SDH).

Inscrições  acontecem  até  13  de  maio  de  2016,  exclusivamente  online,  pelo site  .  Estão  sendo  ofertadas  100  vagas,  sendo  25 paraservidores do IFCE, 25 para candidatos residentes no Ceará, e 50 vagas de abrangência nacional. A seleção será feita em uma única etapa constituída de análise curricular e de projeto. 
O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 1º de junho. 
As matrículas dos aprovados  serão  realizadas  entre  os  dias  9 e  22 de  junho.  O início  das  aulas  está previsto  para  julho  de  2016.  
Serviço:
Especialização em Orientação e Mobilidade
100 vagas (abertas ao público)
Inscrições pelo site
Contato
Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação
(85) 3401-2328
Fonte:http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/no-ce-especializacao-oferece-100-vagas-para-diferentes-areas-no-ifce.html

Fundação Sintaf promove curso de finanças públicas e educação fiscal

As inscrições acontecem até o dia 10 de maio no site da Fundação.
O curso acontece no período de 17 de maio a 2 de junho.


A Fundação Sintaf promove entre o período de 17 de maio a 2 de junho, na sede da Escola de Administração Fazendária (Esaf), localizada na Rua Barão de Aracati, 909, no Bairro Aldeota, o curso de Finanças Públicas e Educação Fiscal para Jornalistas. Os interessados podem se inscrever até o dia 10 de maio, no site da Fundação. As vagas são limitadas.
O investimento para participar da formação é a doação de dois livros de literatura infantojuvenil para a biblioteca da Comunidade do Poço da Draga, que devem ser entregues no primeiro dia de aula.
Com carga horária de 30 horas-aula, o curso deve capacitar os profissionais de comunicação em questões ligadas às Finanças Públicas e à Educação Fiscal, por meio de palestras e mesas-redondas.
A iniciativa é uma realização da Fundação Sintaf e Esaf, com apoio da Secretaria da Fazenda, Secretaria de Finanças da Prefeitura de Fortaleza (Sefin), Receita Federal do Brasil, Sindicato dos Fazendários (Sintaf), Associação dos Aposentados Fazendários do Ceará (AAFEC) e Sindifisco Nacional – DS Ceará.
Fonte: http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/fundacao-sintaf-promove-curso-de-financas-publicas-e-educacao-fiscal.html

Polícia investiga se ossada achada no CE é de pescador desaparecido no RN

Pescadores encontraram restos mortais na praia do Iguape.
Perícia Forense do Ceará vai estudar a arcada dentária.



A Polícia Civil do Ceará investiga se uma ossada encontrada nesta segunda-feira (2) pode ser de um dos pescadores que estão desaparecidos desde o dia 23 de abril da praia de Ponta do Mel, em Areia Branca, cidade da região da Costa Branca potiguar.

A ossada foi achada na praia do Iguape, no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. Na ossada, é possível ver apenas a cabeça e o tórax sem os membros superiores e inferiores.


O pescador Manoel Moisés, que foi um dos primeiros a ver a ossada, disse que estava em casa quando um amigo o ligou informando que os restos mortais poderiam ser de um dos pescadores desaparecidos.
Fonte;http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/05/policia-investiga-se-ossada-achada-no-ce-e-de-pescador-desaparecido-no-rn.html